Get Adobe Flash player

Sanatório torna-se o primeiro hospital alagoano a atingir 100% da meta de contratualização

Band20

Para Júlio Bandeira, atingir a totalidade da meta da contratualização com o SUS "demonstra de forma inequívoca nosso compromisso com a excelência do atendimento à  população" 

O Hospital Sanatório atingiu 100% da meta de contratualização com o Sistema Único de Saúde (SUS) e tornou-se a primeira e única instituição hospitalar alagoana a alcançar a marca. O índice foi atingido no último mês de abril.

O desempenho foi comemorado pelo diretor-administrativo Júlio Bandeira. “É uma prova do esforço da direção do hospital em alcançar a excelência no atendimento aos nossos pacientes”, disse.

Em março o hospital obteve índice muito próximo – 99%. “Na ocasião, só não chegamos a 100% porque restava ainda a criação do Comitê Transfusional, uma das várias exigências prevista na contratualização com a Secretaria Municipal de Saúde”.

Com a criação e atuação do comitê, mais o funcionamento das demais comissões internas e execução das normas previstas nos demais itens contratualizados, desta vez o hospital alcançou integralmente a meta.

- Chegamos aos 40% do volume contratualizado vinculado aos indicadores de qualidade, que incluem controle da taxa de infecção hospitalar, índice mínimo de mortalidade, funcionamento de todas as comissões técnicas, elaboração e implantação de protocolos etc., e atingimos também os 60% da meta quantitativa, que é o volume de atendimento – disse Bandeira.

O Hospital Sanatório passa agora a compor o quadro histórico do SUS em Alagoas como primeira instituição a obter 100% de desempenho no atendimento de pacientes da rede pública de saúde e cumprir integralmente todas as normas exigidas na contratualização.

O Sanatório já detém a marca de instituição que, proporcionalmente, atende maior número de pacientes do SUS. No ano passado, 87% dos pacientes atendidos no hospital foram do SUS.

Pelos números atingidos, o hospital ultrapassou sobejamente o limite mínimo de atendimento público previsto pela legislação como condição para que a instituição seja reconhecida como filantrópica, que é de 60%.

- Nosso esforço – disse Júlio Bandeira – será direcionado a manter esse nível de qualidade, lembrando, no entanto, que sempre é possível haver alguma variação em função de circunstâncias diversas. “Mas nossa expectativa sempre é a melhor”, disse.

 

fixmyairandheat.com